quinta-feira, 22 de outubro de 2015

TÚNEIS de Roderick Gordon



SINOPSE:

O livro gira em torno do jovem Will Burrows, cuja única afinidade com o excêntrico pai é a paixão pela arqueologia. O menino passa a maior parte do seu tempo livre cavando buracos nos arredores do terreno de sua casa para realizar descobertas científicas e fugir da pressão da escola e da mesmice da família, enquanto o Dr. Burrows trabalha no Museu Highfield, “um repositório de pertences supérfluos que foram poupados do aterro sanitário da cidade”. Em meio a descobertas empolgantes e outras nem tanto em suas escavações, certo dia o Dr. Burrows desaparece misteriosamente por um túnel que Will não conhecia. O garoto então começa a cavar, literalmente, a verdade por trás do sumiço do pai, e descobre uma inacreditável sociedade dominada por um grupo cruel – os Styx – vivendo nos subterrâneos de Londres. Para salvar seu pai, e a própria pele, Will enfrentará muitos perigos contando apenas com a ajuda do amigo Chester, e pode dar início a uma verdadeira revolução que mudará para sempre a sua vida e a dos habitantes da Cidade Eterna, como é chamada a colônia subterrânea.

Com uma trama repleta de enigmas e situações-limite, temperada pela fina ironia britânica, Túneis mistura arqueologia, história, mistério e aventura e conduz o leitor numa viagem envolvente e assustadora rumo às camadas mais profundas da cosmopolita capital inglesa. Afinal, você já parou para pensar no que existe embaixo dos seus pés? Não responda antes de conhecer Will Burrows e toda a magia de Túneis.



A MINHA OPINIÃO:

Já tinha este livro em lista de espera para ler à bastante tempo e finalmente lá me decidi por o fazer. Bem, que posso dizer deste livro? Se calhar já passei a fase de gostar deste tipo de livros, para teenagers a 100%, pois não me cativou muito. Mas acredito que os jovens gostem bastante da história que aqui é contada e que continua em mais 2 volumes

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

O JARDIM DAS MEMÓRIAS de Amy Hatvany


SINOPSE:

Quando Eden tinha dez anos, encontrou o pai, David, caído no chão da casa de banho. A tentativa de suicídio conduziu ao divórcio dos pais e David desapareceu quase por completo da sua vida.Vinte anos depois, Eden é uma chef bem-sucedida, mas após uma série de relacionamentos românticos falhados percebe que é tempo de procurar o pai, que se encontra a viver na rua, para poder perdoá-lo e seguir em frente.A sua busca leva-a até um albergue para sem-abrigo e até Jack Baker, o diretor. Jack convence Eden a fazer trabalho de voluntariado no albergue e, em troca, ajuda-a na sua busca. À medida que Eden e Jack se apaixonam e a sua procura os aproxima de David, Eden vê-se obrigada a enfrentar as suas verdadeiras emoções e a dolorosa pergunta acerca do pai: será que depois de todos aqueles anos ele quer mesmo ser encontrado?Enquanto Eden não fizer as pazes com o passado, jamais será capaz de abraçar o futuro…


A MINHA OPINIÃO:

A minha estreia na escrita desta autora, da qual tinha muita curiosidade em ler algo. Gostei da escrita e do tema em si, apesar de esperar um pouco mais. Acho que se enrolou um bocadinho de depois tudo de precipitou rapidamente. Mas fiquei com vontade de ler mais pelo tipo de escrita, estando mais 2 livros a aguardar em lista de espera

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

SEMPRE de Maggie Stiefvater


SINOPSE:

Sempre é o final da amável trilogia de Maggie Stiefvater, Os Lobos de Mercy Falls. Desta vez, os riscos estão maiores do que nunca: enquanto o pai de Isabel planeja acabar com todos os lobos de uma vez por todas, Sam e Isabel procuram por maneiras de salvar a matilha, e Cole corre em busca de uma cura para Grace. Porém a peça central da série é o romance — entre Sam e Grace, claro, e entre Cole e Isabel — e a escrita brilhante e pungente de Maggie não desaponta. Sam e Grace roubam momentos doces e de tirar o fôlego juntos, durante o período das imprevisíveis transformações de Grace, e Cole e Isabel lutam para derreter o interior frio um do outro. Os leitores irão se derreter também, e encontrarão um satisfatório, porém não tão perfeito, final.




A MINHA OPINIÃO:

Ultimo livro da trilogia dos lobos de Mercy Falls conduz-nos a uma conclusão, sem grandes surpresas, de uma história de amor com o sobrenatural pelo meio. Apesar de não ser fantástico, sem duvida que são livros que se leem muito bem e que recomendo a quem gosta deste tipo de leitura.

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

A ULTIMA FUGITIVA de tracy Chevalier





SINOPSE:

A Última Fugitiva é um romance vibrante sobre os tempos que antecederam a guerra civil norte-americana e a abolição da escravatura. Passa-se no Ohio rural, na década de 1850. Honor Bright é uma jovem quaker de Dorset que parte para a América em busca de uma nova vida. Cedo toma contacto com o Underground Railroad, um movimento de pessoas que ajudam os escravos negros a fugir para norte em busca da liberdade, uma causa a que os quakers eram muito sensíveis. Tracy Chevalier entretece com entusiasmo e beleza a história dos quakers pioneiros e a dos escravos fugitivos, revelando o espírito e a coragem de homens e mulheres comuns que tentaram fazer a diferença, desafiando até as suas próprias convicções mais profundas.




A MINHA OPINIÃO:

Gostei bastante deste livro. Conta-nos a história de uma rapariga que viaja de Inglaterra para a América numa altura em que a escravatura ainda existia mas já existiam muitas opiniões no sentido de acabar com ela e auxiliar os escravos que fugiam dos seus donos para poderem chegar a sítios onde pudessem ser livres