quarta-feira, 30 de setembro de 2015

TORNADO de Sandra Brown



SINOPSE:

Bellamy Lyston tinha apenas doze anos quando a irmã mais velha, Susan, foi morta num dia de feriado tempestuoso em finais de Maio. Atualmente, dezoito anos mais tarde, Bellamy escreveu um livro de grande sucesso que se baseia no assassínio de Susan. Uma vez que o livro se tinha inspirado no trágico acontecimento que continua a amargurar a sua família, ela decidiu publicá-lo sob um pseudónimo, a fim de os proteger de uma publicidade indesejada. Mas quando um repórter oportunista descobre que o livro é baseado em factos verídicos, a identidade de Bellamy é revelada a par do escândalo da família. Além disso, Bellamy torna-se alvo de alguém sem escrúpulos que, ou por querer que a verdade subjacente ao assassinato de Susan continue por desvendar ou, ainda mais ameaçador, por estar determinado a vingar-se por um homem acusado e condenado injustamente. Para poder identificar quem anda a assediá-la, Bellamy vê-se confrontada com os fantasmas do seu passado, entre os quais se inclui Dent Carter, o namorado instável e irresponsável de Susan - um dos primeiros suspeitos de ter cometido o crime. Dent, com esta e outras máculas no seu passado, está firmemente decidido a limpar o seu nome, para o que precisa da memória bloqueada de Bellamy. Contudo, as suas recordações, até então bloqueadas - depois de desbloqueadas - constituem novos perigos imprevisíveis.



A MINHA OPINIÃO:

De todos os livros que já li desta autora, foi aquele que menos me cativou. Suponho que estava à espera de uma história mais centrada no fenómeno que compõe o titulo do livro (Tornado) mas ao fim e ao cabo este tem pouca relevância na trama que se desenrola. Confesso que não suspeitava da pessoa que cometeu o crime e isso foi o que salvou este livro. Mas tal não significa que não queira ler os outros livros da autora que ainda não li, pois continuo a gostar da escrita desta escritora

terça-feira, 29 de setembro de 2015

A RAPARIGA NO COMBOIO de Paula Hawkins


SINOPSE:

Todos os dias, Rachel apanha o comboio...

No caminho para o trabalho, ela observa sempre as mesmas casas durante a sua viagem. Numa das casas ela observa sempre o mesmo casal, ao qual ela atribui nomes e vidas imaginárias. Aos olhos de Rachel, o casal tem uma vida perfeita, quase igual à que ela perdeu recentemente.

Até que um dia...

Rachel assiste a algo errado com o casal... É uma imagem rápida, mas suficiente para a deixar perturbada. Não querendo guardar segredo do que viu, Rachel fala com a polícia. A partir daqui, ela torna-se parte integrante de uma sucessão vertiginosa de acontecimentos, afetando as vidas de todos os envolvidos.



A MINHA OPINIÃO:

Confesso que não percebi toda a histeria à volta da edição deste livro. Não o achei nada de especial. Uma escrita comum, umas personagens com as quais não me identifiquei nada e todas elas desequilibradas e um final que não me surpreendeu minimamente. de facto, nem tudo o que reluz é ouro

terça-feira, 15 de setembro de 2015

PUROS de Julianna Baggott




SINOPSE:

Num futuro impreciso e distópico, um contingente militar, que começara por ser uma força de socorro, tornou-se tirânico e impôs a sua lei.Todos os jovens devem unir-se a este contingente quando fazem 17 para se tornarem militares, ou no caso dos mais fracos, para servirem de alvo na prática de tiro.No meio deste caos, uma construção sobreviveu incólume às explosões. Chamam-lhe «A Cúpula» e lá habitam os "Puros", assim designados por não apresentarem quaisquer marcas da catástrofe. Os Puros são, também, um protótipo geneticamente aperfeiçoado que voltará, um dia, a povoar a terra."Puros" é a história do encontro de Pressia, uma sobrevivente que acaba de fazer 17 anos no mundo exterior, com Partridge, um jovem Puro que vive na Cúpula.


A MINHA OPINIÃO:

Um livro cuja publicidade mencionava que seria na linha da saga "Jogos da Fome" e como tal tive curiosidade em le-lo. E de facto não me desiludiu. Admiro os autores que conseguem criar um mundo novo completamente diferente dos que existem ou existiram. Gostei pois deste livro e aguardo com ansiedade o próximo para saber o que irá acontecer aos protagonistas

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

OS ADIVINHOS de Libba Bray





SINOPSE:

Evie O'Neill foi exilada da sua monótona e pacata cidade natal e enviada para as agitadas ruas de Nova Iorque - e fica radiante! Nova Iorque é a cidade dos bares clandestinos, das compras e dos cinemas! Pouco depois, Evie começa a andar com as glamorosas «Ziegfield Girls» e com atraentes carteiristas. O único problema é que Evie tem de viver com o seu tio Will, curador do Museu Americano de Folclore, Superstição e Ocultismo - também conhecido como «O Museu dos Arrepios», homem com uma pouso saudável obsessão pelo oculto.

Evie receia que ele descubra o seu segredo mais sombrio: um poder sobrenatural que até ao momento só lhe causou problemas. Porém, quando a polícia encontra uma rapariga morta que tem um estranho símbolo gravado na testa e Will é chamado ao local, Evie percebe que o seu dom pode ajudar a apanhar o assassino em série.

Quando Evie mergulha de cabeça numa dança com um assassino, outras histórias se desenrolam na cidade que nunca dorme. Um jovem chamado Memphis é apanhado entre dois mundos. Uma corista chamada Theta anda a fugir do seu passado. Um estudante chamado Jericho esconde um segredo chocante. E sem que ninguém saiba, algo sombrio e maligno despertou.



A MINHA OPINIÃO:

Um livro cheio de suspense com algum humor pelo meio. Trás-nos o universo do sobrenatural, com alguma fantasia pelo meio. A história fica em aberto pelo que deverá haver uma continuação, a qual aguardo com expectativa.