quinta-feira, 28 de agosto de 2014

O PACTO de Jodi Picoult



SINOPSE:

Há dezoito anos que os Harte e os Gold vivem lado a lado, partilhando tudo, desde comida chinesa e varicela até irem buscar os filhos uns dos outros à vez. Quer os pais quer os filhos são melhores amigos, por isso, não é nenhuma surpresa quando a amizade entre Chris e Emily se transforma em algo mais na altura do liceu. Tornaram-se almas gémeas no momento em que Emily nasceu. Quando ligam do hospital por volta da meia-noite, ninguém está preparado para a verdade terrível: Emily, com apenas dezassete anos, está morta devido a um tiro na cabeça, aparentemente resultado de um pacto suicida. A arma contém uma bala que Chris diz à polícia estar-lhe destinada, mas uma detective local tem dúvidas. Os Harte e os Gold, num único momento aterrador, têm de encarar o pior medo de um pai: será que conhecemos mesmo os nossos filhos?

A MINHA OPINIÃO:

Os livros desta autora deixam-nos sempre com duvidas acerca de que lado da história nos colocaríamos. Existe sempre um dilema moral sobre qual o partido a tomar. No caso deste livro, não achei que existissem muitas duvidas acerca do assunto abordado mas de qualquer forma gostei de o ler e claro, fico sempre a aguardar mais livros desta autora, que é uma das minhas favoritas.

Obrigada Paula Dias pelo empréstimo.

terça-feira, 26 de agosto de 2014

O DIÁRIO DA MADRASTA de Fay Weldon


SINOPSE


No outro dia, li os diários da minha filha. E deixem-me partilhar uma coisa convosco. Podem pensar que sabem o que se passa na vossa família. Mas, acreditem em mim, estão enganados.


Sappho está apaixonada. O dia do seu casamento com Gavin marca o início de uma nova vida, na qual tudo parece finalmente fazer sentido. Mas a feliz noiva não tinha contado com Isobel, a filha de Gavin… Aos olhos de todos, Isobel é uma rapariga encantadora que acolhe a sua nova madrasta de braços abertos. Porém, há algo que as alegres fotografias de família e a fachada impecável da sua casa não revelam. Algo com consequências imprevisíveis.



A madrasta malvada é uma figura clássica da literatura. De Cinderela a Hamlet, ela é retratada como uma manipuladora maquiavélica decidida a anular os filhos do marido. Mas a realidade nunca é assim tão simples. Com a ternura e a perspicácia que fizeram de Fay Weldon uma das mais queridas autoras do público inglês, O Diário da Madrasta é um romance perturbador e notável sobre a vida familiar contemporânea. Um verdadeiro conto de fadas dos tempos modernos.



A MINHA OPINIÃO

A capa deste livro seduziu-me desde a primeira vez que a vi. A sinopse também parecia interessante mas confesso que a sua leitura foi uma pouco menos sedutora que a capa. Gostei do final mas achei a escrita rebuscada demais para o meu gosto.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

AMORES SECRETOS de Kate Morton




SINOPSE

"Amores Secretos" é o mais recente romance da Laurel, actriz de sucesso, regressa à casa da família para celebrar o nonagésimo aniversário da mãe. Esse dia recorda-lhe um outro, há muito esquecido. Naquele fatídico aniversário do seu irmão, Laurel estava escondida na casa da árvore, a fantasiar com um amor adolescente e um futuro grandioso em Londres, quando assistiu a um crime terrível, que mudaria a sua vida para sempre. Foi com terror que Laurel viu a mãe cravar a faca do bolo de aniversário no peito de um desconhecido. O regresso ao local onde tudo aconteceu é a última oportunidade para Laurel descobrir o temível segredo daquele dia e encontrar as respostas que só o passado da sua mãe lhe pode dar. Pista após pista, Laurel irá desvendar a história secreta de três desconhecidos que a Segunda Guerra Mundial uniu em Londres e cujos destinos ficaram para sempre ligados.


A MINHA OPINIÃO

Gostei imenso deste livro. Uma história contada a 2 tempos, no presente (com a matriarca da família no fim da sua vida) e no passado (desvendando a pouco e pouco um segredo de família). O final surpreendeu-me, algo q eu adoro num livro. Recomendo a sua leitura, sem duvida.

terça-feira, 12 de agosto de 2014

SENHOR MONSTRO de Dan Wells


SINOPSE:

Em Não Sou Um Serial Killer, ficámos a conhecer John Wayne Cleaver, um rapaz bem-comportado, tímido, reservado (e obcecado com a morte, mais especificamente com homicídios), que salvou a sua cidade de um assassino ainda mais aterrador que os serial killers que estuda obsessivamente.

No entanto, como rapidamente descobre, até os demónios têm amigos, e o desaparecimento daquele que John matou atraiu outro monstro ao condado de Clayton. As suas vítimas vão aparecendo na casa mortuária onde John trabalha, e ele tenta resolver o mistério, uma vez mais. Desta vez, contudo, há uma diferença: John já provou o sabor da morte, e a parte mais escura da sua personalidade pode descontrolar-se, com consequências imprevisíveis mas muito perigosas.

Ninguém em Clayton estará seguro se John não conseguir derrotar estes dois adversários tremendos: o demónio desconhecido que tem de caçar, e o seu próprio demónio interior - a criatura sedenta de sangue a que ele chama «Senhor Monstro»…


A MINHA OPINIÃO:

Segundo livro de uma trilogia que se iniciou com o livro "Não sou um serial killer". Gostei do 1º livro mas não era o que estava à espera. Talvez por já saber um pouco o que me esperava, gostei bastante mais deste segundo livro, que combinar suspense com um pouco de sobrenatural e até algum sentido de humor. Fiquei com vontade de ler já o próximo para saber o que irá acontecer ao "heroi" pouco ortodoxo destes livros.

Mais um livro lido através do Club BlogRing, obrigada Rutee pelo empréstimo.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

SEMPRE QUE DIZEMOS ADEUS de Anna McPartlin






SINOPSE:

Já teve a sensação de não pertencer à sua família, que é completamente diferente daqueles que a rodeiam? É isso que a decoradora de interiores Harri Ryan, de trinta anos, sente desde criança, apesar de ser muito chegada a George, o seu irmão gémeo, e aos carinhosos pais, Gloria e Duncan. É a segunda vez que Harri tenta casar com o seu noivo James, e a segunda vez que tem um ataque de pânico, acaba no hospital com o vestido de casamento e a festa tem de ser cancelada. Harri perdeu o amor da sua vida, mas há mais na situação do que o nervosismo de uma noiva - e desta vez ela quer a verdade. George suspeita que há algo que os pais não lhes estão a dizer. Porém, numa semana tudo será revelado e as suas vidas irão mudar para sempre.


A MINHA OPINIÃO:

A minha estreia nos livros desta autora foi assim-assim. Gostei das histórias que são contadas paralelamente, uma no presente outra passado mas achei a história pouco credivel, não tendo sentido grande empatia com nenhum dos personagem. Mas não dei por mal empregue o tempo que usei a ler este livro, pois a escrita é fluída e agradável. Por isso vou dar mais uma oportunidade à autora, até porque já tenho outro livro dela para ler, emprestado pela minha querida amiga Sónia Sousa  :)