terça-feira, 30 de julho de 2013

A MULHER DE PRETO de Susan Hill



SINOPSE:

Nesta trama de enregelar o sangue, situada entre o sinistro e o enigmático, o jovem advogado Arthur Kipps é chamado para acompanhar o funeral de Alice Drablow, a única moradora da Casa do Brejo da Enguia. Orgulhosa e solitária, a construção ergue-se dos inóspitos pântanos da Passagem das Nove Vidas. Um monumento à dor e à tristeza, envolta em mistério e segredos, evitada pelos moradores do vilarejo local. E isolada por marés, que apenas reafirmam seu caráter atemporal.

No enterro, Kipps sente um desconforto inexplicável ao vislumbrar uma jovem vestida de preto. Um sentimento que cresce com a relutância dos moradores locais em falar sobre a mulher. O advogado descarta tais temores e se mantém firme no propósito de se hospedar na casa e colocar em ordem a papelada da mais importante cliente de sua firma. No entanto, passar a noite numa casa envolta em névoa e a quilômetros de qualquer outra pessoa, pode ter um efeito inesperado num homem solitário.

Sons e eventos inexplicáveis suscitam o medo e a curiosidade de Arthur, que, impetuoso, decide ir a fundo na história dos estranhos eventos que rondam aquele lugar.

Porém, em sua incauta busca pela verdade, o jovem pode acabar descobrindo que existem no mundo certas coisas com as quais é melhor não se meter.



A MINHA OPINIÃO:

Gosto muito de livros e de filmes de terror. Quando são bons adoro um bom arrepio, quando são maus, principalmente os filmes, dou umas belas gargalhadas. Por isso fiquei em pulgas ara ler este livro, que por sinal deu origem a um filme. Bem, gostei da escrita mas acho que me fico por ai. Para quem já leu uns quantos livros deste género achei tudo muito previsível, nunca me assustei e até o final não me surpreendeu. Enfim, escrever livros de terror também tem a sua arte e como digo, a escrita prendeu-me mas faltou a parte do arreio na espinha  :)

terça-feira, 23 de julho de 2013

A MALDIÇÃO DO TIGRE de Colleen Houck



SINOPSE:

Quando Kelsey Hayes se candidata a um trabalho no circo para ocupar as férias de verão até ao início das aulas na faculdade, está longe de imaginar a aventura em que se verá envolvida. Encarregada de cuidar de Ren, um majestoso tigre branco, sente-se de imediato fascinada pelo animal e não hesita em aceitar o convite para o acompanhar numa viagem até à Índia, rumo à reserva natural a que pertence.
O que Kelsey ainda não sabe é que o tigre a que tanto se afeiçoou é na verdade Alagan Dhiren Rajaram - um príncipe indiano vítima de uma maldição secular - e que ela poderá ser a única pessoa capaz de o ajudar a quebrar o feitiço.
Determinada a devolver a Ren a sua humanidade, Kelsey embarcará numa perigosa aventura por lugares repletos de magia e misticismo. No entanto, as forças do Mal não parecem dispostas a dar-lhes tréguas e os perigos espreitam a cada esquina. Será que a paixão que vai crescendo entre os dois resistirá a todos os obstáculos que lhes vão sendo colocados no caminho?
A Maldição do Tigre é o primeiro volume de uma extraordinária saga que promete apaixonar os fãs de literatura fantástica.



 A MINHA OPINIÃO:

Um livro engraçada mas que pela minha modesta opinião necessitava um pouco mais de acção. Gostei particularmente das partes onde se fala nas lendas indianas, sempre tão ricas na sua mística. A personagem principal irritou-me um bocadinho com as suas duvidas existências: então vai para a selva com um tigre que é um homem mas depois afinal já não quer estar perto dele??? Dah, tive de me lembrar várias vezes que são adolescentes, lol  e que esta é uma leituras para eles e não para mim cota. O livro acaba deixando no ar a sua continuação, que quero ler brevemente

PENSA NUM NÚM3RO de John Verdon


SINOPSE:

Pelo correio chega uma série de cartas perturbadoras que terminam com uma declaração inquietante: «Pensa num número qualquer até mil, o primeiro que te vier à cabeça... Repara agora como eu conheço bem os teus segredos.» Estranhamente, aqueles que obedecem constatam que o remetente de tais cartas previu com precisão a sua escolha. Para Dave Gurney, um inspetor de homicídios recém-reformado da Polícia de Nova Iorque e amigo de um dos alvos das missivas, o que primeiro lhe pareceu um caso estranho depressa se transforma num complicado quebra-cabeças que levará a uma investigação em grande escala na busca de um pérfido assassino em série.

Convidado como consultor pelo gabinete do procurador, em pouco tempo Gurney consegue alguns avanços na descoberta de pistas que a polícia local negligenciara. Ainda assim, diante de um adversário que parece ter o dom da clarividência e antecipar-se a todos os passos, vê os seus melhores esforços dissiparem-se como areia por entre os dedos. Terá encontrado, ao fim de vinte e cinco anos de carreira exemplar, um adversário capaz de o vencer?

Considerado pela crítica internacional uma obra-prima do suspense, Pensa num Núm3ro dá-nos a conhecer uma personagem fascinante, capaz de rivalizar com Sherlock Holmes ou Poirot.



A MINHA OPINIÃO:

Queria muito ler este livro pois achei que seria um dos que iria gostar bastante. Gostei mas confesso que esperava um pouco mais. A partir de certa altura suspeitei logo de quem seria o assassino e acho que o protagonista perdeu pontos para mim por não o ter descoberto ou pelo menos suspeitado dele. Foi um livro interessante, com alguns suspence mas que não me prendeu a 100%. De qualquer forma quero dar mais uma oportunidade ao autor e ler mais qualquer coisa escrita por ele.

Obrigada Club BlogRing por mais uma boa leitura e à Filipa Monteiro pelo empréstimo  :)

terça-feira, 9 de julho de 2013

O REGRESSO de Victoria Hislop






SINOPSE:

Nas ruas calcetadas de Granada, sob as majestosas torres do Alhambra, ecoam música e segredos. Sónia Cameron não sabe nada sobre o passado chocante da cidade; ela está lá para dançar. Mas num café sossegado, uma conversa casual e uma colecção intrigante de fotografias antigas despertam a sua atenção para a história extraordinária da devastadora Guerra Civil Espanhola.

Setenta anos antes, o café era a casa da unida família Ramirez. Em 1936, um golpe militar liderado por Franco destrói a frágil paz do país, e no coração de Granada a família testemunha as maiores atrocidades do conflito. Divididos pela política e pela tragédia, todos têm de tomar uma posição, travando uma batalha pessoal enquanto a Espanha se autodestrói.



A MINHA OPINIÃO:

O 1º livro que li desta escritora foi "A ilha" e adorei. Fiquei logo com vontade de ler mais livros desta autora e quando tive a oportunidade de ler este, foi o que fiz. Foi um livro que não me desiludiu, que conta uma história dentro de outra história, passada durante a Guerra Civil de Espanha. Confesso que as personagens atuais não me convenceram mas a parte do passado, na Guerra Civil, gostei bastante, tomando conhecimento com uma realidade que conhecia mal. Por isso mais um bom livro e que me deixa com vontade de ler já o próximo "A arca". 

Obrigada Ruthy pelo empréstimo através do Club BlogRing.

segunda-feira, 1 de julho de 2013

JOGOS DA FOME de Suzanne Collins



SINOPSE:

Num futuro pós-apocalíptico, surge das cinzas do que foi a América do Norte Panem, uma nova nação governada por um regime totalitário que a partir da megalópole, Capitol, governa os doze Distritos com mão de ferro. Todos os Distritos estão obrigados a enviar anualmente dois adolescentes para participar nos Jogos da Fome - um espectáculo sangrento de combates mortais cujo lema é «matar ou morrer». No final, apenas um destes jovens escapará com vida… Katniss Everdeen é uma adolescente de dezasseis anos que se oferece para substituir a irmã mais nova nos Jogos, um acto de extrema coragem… Conseguirá Katniss conservar a sua vida e a sua humanidade? Um enredo surpreendente e personagens inesquecíveis elevam este romance de estreia da trilogia Os Jogos da Fome às mais altas esferas da ficção científica.


A  MINHA OPINIÃO:

Já andava para ler este livro à imenso tempo, mas são tantos em fila para serem lidos que ia passando. Como quero ver o filme e não gosto de o fazer antes de ler o livro, meti mãos à obra. E gostei. Um livro para jovens mas que conta uma história de sobrevivência num mundo que poderá existir no futuro (tão na moda que estão estes temas...). A escrita é interessante e os personagens convincentes, tendo tido vontade de chegar rapidamente ao final, que afinal se revelou previsível. Mas estou com curiosidade de ler os outros livros, pois sei que vou gostar. E claro, porque quero saber como a história acaba!