quinta-feira, 28 de março de 2013

Desafio Arco-iris

Porque, segundo o blog Algodão Doce para o Cérebro, nós somos tímidas e não queremos mostrar as nossas pilhas de livros, criaram este selo.
 As REGRAS são muito simples:
1. Referir quem vos deu o selo: Paginas Encantadas
2. Postar uma foto de uma pilha com as cores do arco-íris.
3. Passar o selo a 10 blogs super-hiper-mega coloridos!
Então aqui fica a foto do blog Pereira's Books:


Shantaram - Gregory David Roberts (Vernelho)
A curva do rio - V. S. Naipaul (Laranja)
Jesusalém - Mia Couto (Amarelo)
João Pastel/A cozinheira robô -  Michael Broad (Verde)
O grande amor da minha vida - Paullina Simons (Azul) 
Pedaços de ternura - Dorothy Koomson (Anil)
Dias de ouro - Jude Deveraux (Violeta)

Vou quebrar as regras e não vou dizer o nome de nenhum blog, quem quiser que faça este desafio que eu achei bem engraçado e diferente do habitual

sábado, 23 de março de 2013

O CONFIDENTE DE HITLER de Peter Conradi



SINOPSE:

De todas as figuras que gravitaram à volta de Hitler durante a sua ascensão ao poder, na década de 1920, Ernst Hanfstaengl ou Putzi, como era conhecido entre os seus amigos – desempenhou um papel especial. Amigo de Radolph Churchill, das irmãs Mitford e do futuro Presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, Hanfstaengl foi chefe de cerimónias, chefe do gabinete de imprensa estrangeira e pianista privado de Hitler. No entanto, mais tarde, durante a Segunda Guerra Mundial, teve um papel determinante no projecto ultra-secreto de Roosevelt de desinformação e propaganda negra contra os nazis.
Repleto de revelações acerca da vida pessoal e política de Hitler e com descrições pormenorizadas da guerra psicológica montada pelos EUA, O Confidente de Hitler narra a bizarra história de um homem dilacerado por lealdades opostas.
Recorrendo a novos documentos entretanto desclassificados, a entrevistas com membros da família Hanfstaengl e a escritos originais do próprio Putzi, Peter Conradi relata-nos, com a cadência de um romance, a extraordinária vida de um homem, mas sobretudo, de uma ligação que permite conhecer melhor um período determinante da História do século XX.

A MINHA OPINIÃO:

Gostei este livro mas confesso que não é o meu género. Aprendi mais alguma sobre Hitler e seus sabujos, percebi que este "senhor" se aproximou de Hilter por causa do poder e do glamour associado à situação e depois virou as costas por não concordar totalmente com o que estava a ser feito. Fica pois este livro como testemunho de algo real e histórico, de um período negro da nossa história mundial que espero nunca se venha a repetir.

Mais um livro lido através do club BlogRing, obrigada Catarina

quinta-feira, 21 de março de 2013

PEITO GRANDE, ANCAS LARGAS de Mo Yan


 SINOPSE:

O presente romance, publicado na China em 1995, causou grande controvérsia. Algum conteúdo de teor sexual e o facto de não retratar uma versão da luta de classes consentânea com os cânones do Partido Comunista Chinês, obrigaram Mo Yan a escrever uma autocrítica ao seu próprio livro, e, mais tarde, a retirá-lo de circulação. Ainda assim, inúmeros exemplares continuam a circular clandestinamente.Num país onde os homens dominam, este é um romance épico sobre as mulheres. Sugerido no próprio título, o corpo feminino serve como imagem e metáfora ao livro. A protagonista nasce em 1900 e casa-se com 17 anos. Mãe de 9 filhos, apenas o mais novo, é rapaz. Jintong é inseguro e fraco, contrastando com as 8 irmãs, fortes e corajosas. Cada um dos 6 capítulos representa um período, desde o fim da dinastia Qing, passando pela invasão japonesa, à guerra civil, à revolução cultural e aos anos pós Mao.Um romance que percorre e retrata a China do último século através da vida de uma família em que os seres verdadeiramente fortes e corajosos são as mulheres


A MINHA OPINIÃO:

Acabei, acabei este livro!!! OK, eu sei que este senhor ganhou um prémio Nobel, deve escrever muito e até põe virgulas e pontuação nos textos, mas confesso que foi uma leitura um bocadinho complicada. Os nomes era mais que muitos e todos parecidos (e estranhos para mim, claro), morreram todos e mais alguns de tal forma que às tantas já não sabia quem estava vivo ou nem por isso... Mas li, li até ao fim arrastando-me um bocadinho mas lá fui lendo. Não fiquei com vontade de ler mais nada deste senhor mas valeu pela experiência de saber mais qualquer coisa sobre o pais do sol nascente e sua população

terça-feira, 12 de março de 2013

O VERÃO DOS SEGREDOS de Alison Lucy


SINOPSE:

"Um verão inebriante.
Três grandes segredos.

1989 Os recém-casados Danny e Harriet chegam à sua paradisíaca lua de mel nas Caraíbas. Dias depois, Harriet regressa a casa. Danny fica destroçado, mas encontra consolo nos braços de duas mulheres. Nove meses depois, nascem três meninas...
2010 Megan deixa o seu namorado de infância para trás no Reino Unido e vai em busca do pai há muito perdido. A quilómetros de casa, encontra a tentação em cada esquina.
Esmé, uma beldade mexicana, casou com Miguel aos quinze anos. Ao desvendar os segredos do seu passado, poderá libertar-se dos grilhões do casamento forçado?
Claudia levou uma vida de privilégio, mas nunca soube realmente o que era ser amada. Poderá David ser a resposta?"


A MINHA OPINIÃO:

Um agradável romance a cheirar a sol e a verão. Uma lua de mel que se transforma num boom de reprodução, com 3 filhas a nascerem 9 meses depois (e de mães diferentes...). Sabe bem ler este tipo de livros simpático e descontraído. Mas gostei, foi uma agradável surpresa e mais do que nunca fiquei com vontade de visitar o México.

Mais um empréstimo do Club BlogRing, obrigada Vanessa pelo empréstimo

domingo, 10 de março de 2013

CORAÇÕES SEM DONO


CORAÇÕES SEM DONO







SINOPSE

Histórias de solidão, amor e recomeços ou como cachorros abandonados podem salvar corações solitários.

A londrina Rachel de trinta e nove anos descobre que tudo na vida pode dar uma volta enorme quando e como menos se espera.
Tudo começa num momento conturbado: na mesma semana Rachel perde o namorado, o emprego, descobre o primeiro cabelo branco e é acusada pela irmã de ser egoísta por se ter esquecido do aniversário do sobrinho.
Como se não bastasse de repente tem de se mudar de Londres para uma pequena cidade de província, no fim do mundo, onde uma tia lhe deixou em herança um canil a abarrotar de cães, uma casa enorme e uma montanha de dívidas.
Mas nem tudo é o que parece e nem só de problemas se fará este novo percurso de Rachel; graças aos amigos de quatro patas, muitos corações solitários vão descobrir valiosas lições sobre lealdade, companheirismo e amor incondicional.



OPINIÃO
Gostei deste livro! Tem uma escrita fácil e fluída, umas histórias ternurentas, um sem número de personagens simpáticos.... Tem um final feliz, Lê-se depressa e dispõe bem.
Lido através do BlogRing Obrigada Filipa pelo empréstimo.

terça-feira, 5 de março de 2013

SONHOS PROIBIDOS de Lesley Pearse

SINOPSE:

Londres, 1910. Belle tem quinze anos e uma vida protegida. Graças aos cuidados da ama, ela nunca se apercebeu de que a casa onde vive é um bordel, regido com mão de ferro pela sua mãe. Porém, a verdade encontra sempre maneira de se revelar... Para Belle, será no trágico dia em que assiste ao assassinato de uma das raparigas da casa. Ingénua e indefesa, ela fica à mercê do criminoso, que a rapta e leva para Paris, onde se inicia como cortesã. Afastada do único lar que conheceu, a jovem refugia-se nas memórias de infância e acalenta o sonho de voltar aos braços do seu primeiro amor, Jimmy. Mas Belle já não é senhora do seu destino. Prisioneira da sua própria beleza, é alvo do desejo dos homens e da inveja das mulheres. Longe vão os anos da inocência e, quando é levada para a exótica e decadente cidade de Nova Orleães, ela acaba por apreciar o estilo de vida que o Novo Mundo tem para lhe oferecer. Mas o luxo e a voluptuosidade que a rodeiam não mitigam as saudades que sente de casa, e Belle está decidida a tomar as rédeas da sua vida. Um sonho que pode ser-lhe fatal pois há quem esteja disposto a tudo para não a perder. No seu caminho, como barreiras fatais, erguem-se um continente selvagem e um oceano impiedoso. Conseguirá o poder da memória dar-lhe forças para sobreviver a uma viagem impossível?



A MINHA OPINIÃO:

Foi a minha estreia nos livros desta autora. Tenho mais alguns dela para ler mas optei primeiro por este por ser o mais recente e não me arrependei. Gostei imenso das história, dos personagens, da época em que o enredo se desenrolara. Tem algumas cenas um pouco fortes, ou não fosse o tema o tráfego de meninas para prostituição mas é sem duvida um livro que recomendo a toda a gente que goste de romances e fiquei com vontade de ler rapidamente mais livros desta escritora.

sábado, 2 de março de 2013

CORAÇÕES SEM DONO de Lucy Dillon


SINOPSE:

Histórias de solidão, amor e recomeços ou como cachorros abandonados podem salvar corações solitários.
A londrina Rachel de trinta e nove anos descobre que tudo na vida pode dar uma volta enorme quando e como menos se espera.
Tudo começa num momento conturbado: na mesma semana Rachel perde o namorado, o emprego, descobre o primeiro cabelo branco e é acusada pela irmã de ser egoísta por se ter esquecido do aniversário do sobrinho.
Como se não bastasse de repente tem de se mudar de Londres para uma pequena cidade de província, no fim do mundo, onde uma tia lhe deixou em herança um canil a abarrotar de cães, uma casa enorme e uma montanha de dívidas.
Mas nem tudo é o que parece e nem só de problemas se fará este novo percurso de Rachel; graças aos amigos de quatro patas, muitos corações solitários vão descobrir valiosas lições sobre lealdade, companheirismo e amor incondicional.


A MINHA OPINIÃO:

Um livro fofinho tal como demonstra a capa. Com muitos cãezinhos e muitos momentos amorosos, ideais para sonhar com finais felizes. Não é o meu favorito de todos os tempos mas é uma leitura agradável e descontraída.

Mais um livro lido através do Club BlogRing, obrigada Filipa Monteiro


sexta-feira, 1 de março de 2013

ALMAS CINZENTAS

ALMAS CINZENTAS






SINOPSE

Vencedor do Prémio Renaudot, Almas Cinzentas foi considerado o romance preferido dos livreiros, segundo um inquérito conduzido pela revista Livres-Hebdo, bem como - segundo a revista Lire - o mais importante romance publicado em França durante o ano de 2003.
Um romance que, em jeito de thriller, toca o universal para revelar o ser humano em toda a sua fragilidade e grandiosidade.
Inverno de 1917. Numa pequena povoação da Lorena, a poucos quilómetros do campo de batalha onde decorre uma das maiores carnificinas da história da Europa, é descoberto o cadáver de uma menina de dez anos. O assassino é encontrado na figura de um jovem desertor que é imediatamente executado, ainda que uma testemunha diga que viu a criança encontrar-se com o insondável Procurador da terra na noite do crime.
Muitos anos depois, vai ser o polícia da aldeia, que desde o início duvidara da culpa atribuída ao rapaz, a relembrar o dia do crime e a cadeia de acontecimentos que o precederam e que se lhe seguiram. Uma história que termina com a tomada de consciência de que, na fronteira entre o bem e o mal, todos somos a um tempo culpados e inocentes, justos e injustos, almas cinzentas e atormentadas.


OPINIÃO

Adorei este livro. Adorei a escrita do autor (novo para mim), a história inserida no ambiente daquela época e duma vila pequena, a caracterização dos personagens etc. No desenrolar da história cheguei à conclusão que não conseguia simpatizar ou antipatizar a 100% com nenhum dos personagens, está tudo tão entrelaçado com a época, as circunstâncias e a maneira de encarar as situações..... Quero mesmo ler mais alguma coisa deste escritor!