segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Sozinha de Raquel Rocheta


SINOPSE:
"Raquel Rocheta tinha tudo para ter uma vida de sonho. Era jovem, bonita, modelo de sucesso, apresentadora de televisão... Quando assume publicamente o seu amor por Carlos Cruz, um homem adorado na época pelos portugueses, Raquel passa a ser uma das mulheres mais famosas de Portugal e entra num mundo digno de contos de fadas: um universo onde nada faltava, feito de viagens românticas um pouco por todo o mundo, de um casamento idílico na Tailândia, de casas luxuosas, carros potentes e compras nas melhores lojas de Paris e Nova Iorque. Raquel partilhava a vida com o homem da sua vida, um amor que parecia para sempre... Em 2002, quando rebenta o processo Casa Pia, o sonho transforma-se em pesadelo ao ver o homem que amava ser apontado como um dos principais acusados de um dos casos mais mediáticos dos últimos anos. Carlos Cruz é detido quando a sua filha tem, apenas onze meses, e Raquel vê-se sozinha, sem marido, com um bebé nos braços perante tamanha adversidade...
Neste livro proponho contar-vos a minha história. Deitar cá para fora,tão completa e livremente quanto conseguir, o que se passou no meu íntimo. Após a mais madura reflexão, decidi que chegou a hora de desenrolar alguns acontecimentos que me marcaram, as minhas alegrias, problemas, tristezas, desejos, projectos, impressões vitais."

MINHA OPINIÃO:
Aqui está um livro que eu por norma não compraria, até porque este género de livros não faz o meu género e penso que hoje em dia toda a gente escreve livros, nem que seja só para oferecer aos amigos no natal... mas como o ganhei num passatempo no Facebook da Leya, resolvi que o ia ler. A 1º parte até gostei pois tendo em conta que a escritora tem apenas menos 4 anos que eu, acabou por crescer num universo muito parecido com o meu, gostando dos mesmos cantores, lendo as mesmas revista, tendo os mesmo ídolos. Depois pronto, cresceu e tudo mudou. Os nossos caminhos não podiam ser mais diferentes, mas cada um tem a vida que pode e faz as suas escolhas dentro do possivel...
Penso que este livro foi escrito para limpar uma imagem que eventualmente poderia estar um pouco degradada. Serviu talvez para deitar cá para fora o que lhe ia na alma. Mas não posso deixar de tecer alguns comentários sobre o que li (nem bons nem maus, apenas comentários):
- apesar de as empresas estarem na falência e o Carlos Cruz ter uma divida de 500 mil euros ao fisco, continuavam a fazer vida de ricos e a ir passar a passagem de ano ao Brasil;
- se a Raquel era tão amiga da Marta, filha do Carlos Cruz, como é que não tinha o nº do telemóvel dela, para lhe dizer que o pai tinha sido preso?;
- quando o Carlos Cruz foi preso menciona-se que a filha tinha 9 meses mas quando o foram ver à prisão diz-se que a menina tinha 11 meses; a Raquel esteve 2 meses sem ir visitar o marido à prisão? mas está escrito que quando o viu ele tinha a mesma roupa de quando foi preso... estanho...
E pronto, está lido o livro, não acrescentou nada à opinião que tenho sobre o caso Casa Pia ou o papel do Carlos Cruz nesta história toda, mas penso que também não era essa a intenção.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Livros de prenda de aniversário

No sábado passado comemorei mais um aniversário e como tal recebi algumas prendinhas, sendo que 2 delas foram livros, que quem me conhece bem sabe que é das melhores coisas que me podem oferecer.  :)

E como ai desse lado estão fãs de livros, tal como eu, vou partilhar quais foram os que me ofereceram, para que me digam se já leram e se acham que estou bem servida    lol:



O que vos parece das minhas prendas literárias????  :)

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

A rainha dos gelados - Anthony Capella


SINOPSE:

"1670. No palácio de Versalhes, que alberga a corte mais elegante do mundo, o jovem Carlo Demirco é famoso pela sua arte de fazer gelados. As suas técnicas trouxeram-lhe riqueza, os favores de Luís XIV e a admiração de todas as mulheres. Todas excepto a que ama: Louise, a dama de companhia de Henrietta, irmã do rei de Inglaterra. Quando Henrietta morre, Louise e Carlo são enviados para Londres como presente para o rei em sofrimento. Chegados a um país de costumes pouco refinados, cujo rei rapidamente se dispõe a seduzir Louise custe o que custar, torna-se claro para ambos que as suas únicas armas serão uma boa dose de diplomacia e quantidades extravagantes de gelo."

MINHA OPINIÃO:
Tinha muitas expectativas acerca deste livro, gostava do nome, do tema e achei mesmo que ia gostar do que ia ler. Como tal fiquei um pouco desiludida com a sua leitura. A história não me prendeu, não me deixou com aquela vontade nunca largar o livro e de só parar no fim. Não deixou mesmo... Fui lendo com interesse moderado e quando cheguei ao fim foi com a sensação de tudo ser previsível. Bem sei que foi inspirado em factos reais mas acho que podia ser mais interessante. Acho que nem tem a ver com a escrita do autor, não sei bem mas não me cativou muito, li com mediano interessa mas nada mais...

terça-feira, 11 de outubro de 2011

As leituras do Dinis de 6 anos

O meu filho Dinis, apesar de só ter 6 anos e ter ido o mês passado para o 1º ano, já sabe ler na perfeição e está sempre a pedir-me para eu lhe comprar mais e mais livros, apesar da sua já vasta biblioteca, ora veja...

Ir às compras com ele é sempre óptimo, pois basta coloca-lo no carrinho das compras, dar-lhe meia dúzia de livros para as mãos e nunca mais ninguém o ouve, a não ser junto à caixa, onde ele insiste sempre para eu lhe comprar um livro...

E claro, às vezes não resisto e lá vai mais um para a colecção. Este foi a ultima aquisição e que ele anda a ler, já tinha o 1º desta colecção e depois pediu o 2º, que é este.





Outros livros que o meu filhote adora são os deste rato aqui


e do qual já tem uma meia dúzia mas parece que já vai no nº 43! Bolas, não há carteira de mãe em tempo de crise que aguente!

Mas noutro dia quis variar e pediu para comprar este


E a ultima aquisição para levar para a biblioteca da sala da escola foi este livro, que o Dinis me leu em voz alta assim que lho comprei   :)





A que sairá o meu filho mais velho, a gostar tanto de livros????  :)



sexta-feira, 7 de outubro de 2011

A mentira sagrada de Luís Miguel Rocha


SINOPSE:
"Será que Jesus foi mesmo crucificado? Terá tudo acontecido como a Bíblia descreve?
Na noite da sua eleição para o Trono de São Pedro, o Papa Bento XVI, como todos os seus antecessores, tem de ler um documento antigo que esconde o segredo mais bem guardado da História - a Mentira Sagrada.


Em Londres, um Evangelho misterioso na posse de um milionário israelita contém informações sobre esse segredo. Se cair nas mãos erradas pode revelar ao mundo uma verdade chocante.


Rafael, um agente do Vaticano, é enviado para investigar o Evangelho… e descobre algo que pode abalar não só a sua fé mas também os pilares da Igreja Católica.

Que segredos guardará o Papa? E que verdade esconde o misterioso Evangelho?
"

A MINHA OPINIÃO:
Comprei este livro pois nunca tinha lido nada deste escritor e como diziam também dos livros dele, que eram idênticos aos do Dan Brown, dos quais gosto bastante, resolvi então experimentar. Senti que apanhei o barco um pouco em andamento, pois apesar de ser um livro que se lê sozinho, tem muitas alusões a outros livros anteriores, os quais eu não tinha lido. Achei engraçada a história, fez-me querer saber como ia acabar mas no fim fiquei na duvida sobre o destino de algumas personagens, provavelmente a criar caminho para um próximo livro...

terça-feira, 4 de outubro de 2011

O Braço Esquerdo de Deus





SINOPSE:


"O Braço Esquerdo de Deus tem como cenário o Santuário dos Redentores, um lugar vasto e isolado – um lugar sem alegria e esperança. A maior parte dos seus ocupantes foi levada para lá ainda em criança e submetida durante anos ao brutal regime dos Redentores, cuja crueldade e violência têm apenas um objectivo – servir a Única e Verdadeira Fé. Num dos lúgubres e labirínticos corredores do Santuário, um jovem acólito ousa violar as regras e espreitar por uma janela. Terá talvez uns catorze ou quinze anos, não sabe ao certo, ninguém sabe, e há muito que esqueceu o seu nome verdadeiro − agora chamam-lhe Cale. É um rapaz estranho e reservado, engenhoso e fascinante. Está tão habituado à crueldade que parece imune a ela, até ao dia em que abre a porta errada na altura errada e testemunha um acto tão terrível que a única solução possível é a fuga.
Mas os Redentores querem Cale a qualquer preço. Não por causa do segredo que ele sabe mas por outro de que ele nem sequer desconfia.
Com O Braço Esquerdo de Deus, primeiro volume de uma trilogia, Paul Hoffman confirma-se como uma das novas grandes vozes da literatura de Fantasia."

 A MINHA OPINIÃO:
Gostei muito deste livro. Já o tinha à algum tempo na prateleira para ler mas como tenho tantos e o tempo não chega para tudo, foi ficando, ficando até que resolvi leva-lo estas férias para ler. E não me arrependi! Um livro muito engraçado que se desenrola num mundo diferente, cheio de personagens estanhas e complexas e que me deixou com muita vontade de ler já o próximo livro que saiu recentemente e que se chama "As Quatro ultimas coisas". Recomendo a quem gosta deste género de livros!!!