segunda-feira, 26 de abril de 2010

Divida de sangue



"Sookie Stackhouse está numa maré de azar: primeiro o seu colega de trabalho é morto e ninguém se parece preocupar; depois, é atacada por uma criatura que a infecta com um veneno doloroso e mortal. Tudo se complica quando Bill nada consegue fazer e pede a ajuda de Eric para lhe salvar a vida. A questão é que agora ela está em dívida para com Eric - um vampiro deslumbrante mas tão belo quanto perigoso. E quando ele lhe pede um favor em troca, ela tem que aceder.

De repente, Sookie está em Dallas a usar os seus poderes telepáticos para encontrar um vampiro. A sua condição é que os humanos não devem ser magoados. Mas a promessa de os vampiros se manterem na ordem é mais fácil de dizer do que de cumprir. Basta uma bela rapariga e um pequeno deslize para que tudo comece a correr mal…

Entretanto, também Eric tem os seus próprios segredos..."

Este livro é o 2º da saga "Sangue fresco". Gostei bastante deste livro, tal como tinha gostado do 1º e não consegui parar de o ler. Gostei não por os vampiros estarem na moda mas porque sempre gostei deste tipo de livros. E já tenho na prateleira à espera de vez o 3º e o 4º volume. O 5º saiu agora mas mal posso esperar por o comprar também. Neste momento está a passar no canal MOV a séria adaptada destes livros e posso dizer-vos que tem alguns pontos em comum mas muitas coisas diferentes...

segunda-feira, 5 de abril de 2010

A verdade da mentira



Não costumo ler livros destes, não é um género que aprecie muito. Mas como me foi oferecido e existe tanta polémica com este, que resolvi ler. Não me trouxe nada de novo que não tivesse já ouvido na comunicação social. O que aconteceu? Não sei... No fundo tenho pena é mesmo da criança, que sofreu destino incerto (ou certo...) mas sem duvida que nada de bom lhe aconteceu. Quer os pais sejam culpados ou não, eles e os irmãos da menina tem a sua vida devastada para sempre. Se são inocentes, sem duvida que o seu coração de pais está a sofrer muito e a dor nunca irá parar.